SISAFIN 2014 – SISTEMA DE ANÁLISE COMPARATIVA DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DAS EMPRESAS PRIVADAS, EM MOEDA COM O PODER AQUISITIVO CONSTANTE, COM BASE NA LEI 11.638, DE DEZEMBRO DE 2007.

Dedico esse trabalho à minha esposa, companheira e amiga Dorotéa,

nos bons e maus momentos,

bem como aos meus 5 filhos, 3 netos e aos meus familiares

da distante São Luís do Maranhão.

APRESENTAÇÃO

Os benefícios advindos da introdução de sistemas micro informatizados no âmbito das técnicas de análise das demonstrações financeiras das empresas privadas, vulgarmente conhecidas como Análise Financeira de Balanços, são incontáveis; e os profissionais das áreas de Análise Financeira de Projetos, Mercado de Capitais, Análises de “rating” e de Crédito Bancário e\ou Financeiro, Controladoria e Consultoria de Empresas e outras atividades afins não podem mais, ainda se o quisessem fazê-lo, prescindir dos mesmos.

Antes de prosseguirmos com quaisquer considerações iniciais acerca desta nova ferramenta de trabalho – SISAFIN2014, precisamos destacar que a tarefa de desenvolver tal produto amigável de análise financeira certamente não seria um objeto fácil de ser alcançado (haja vista que, se a nossa antiga versão for confrontada com os paradigmas contábeis e financeiros da nova Lei das S/As, número 11.638, de 2007, haveremos de constatar que a mesma ficou completamente defasada).

Isto posto, por dever de ofício, devemos deixar claro que, o SISAFIN2014, com base nos novos parâmetros e assentamentos legais em vigor, não seria possível de ser concebido sem a inestimável e prestimosa ajuda dos amigos Paulo Breda de Paula, Maria Célia Louzada, Rodrigo C. Santos Costa, Norberto Augusto P. de Alcântara, Edson Montebeller e dos colaboradores: Marcos Victor dos Santos, Ivan Carlos do Nascimento, bem como aos queridos e estimados filhos Fernando F. de Araujo, Joana de Cassia Santos de Araujo e Mariana Tavares M. de Araujo (exímios usuários da microinformática e internet, que muito colaboraram no tocante à programação lógica e redação do manual e Demo do SISAFIN2014).

A todos os componentes da equipe multidisciplinar listados e qualificados no item a seguir, Desenvolvedores, item este que também é mostrado à direita da página principal da Entrada de Dados do SISAFIN 2014, empenhamos a nossa eterna gratidão (pois, além do esforço despendido na criação de uma nova programação lógica para o SISAFIN2014 pretendido, dada a existência do novo Plano de Contas adotado na Lei 11.638 de 2007). Além disso, tivemos, também, de promover as correspondentes alterações no Manual de Operação e, aos poucos, no Manual de Conceitos, sem o quê o Aplicativo Financeiro seria apenas um arremedo de um sistema completo de Análise Financeira de Empresas Privadas.

Consideramos o sistema completo de análise a ferramenta de trabalho que, extrapolando a finalidade de apenas ordenar rubricas e variáveis bem como de calcular indicadores econômicos e financeiros, promove também, no âmbito do seu escopo e através da opção Cadastro, conforme será descrito adiante, a abertura de novas empresas, o seu armazenamento, o salvamento de todo o sistema e posteriormente, sendo o caso, a recuperação de empresas armazenadas para eventuais modificações e atualizações na tela de entrada principal para execução de um novo ato de armazenamento, adotando ou não o mesmo nome cadastrado anteriormente. Por exemplo, seja uma empresa cadastrada sob o nome Suzano – 2012, contendo dados até 31 de dezembro de 2012, após a sua pertinente recuperação do cadastro, pode-se, após alimentar os dados encerrados em 31 de dezembro de 2013, armazenar esta mesma empresa sob um novo nome, qual seja, Suzano – 2013.

Feitas as considerações introdutórias que, no nosso ponto de vista, são imprescindíveis para a necessária compreensão do escopo desta apresentação, vamos, finalmente, entrar no mérito das modificações trazidas no âmbito da Lei 11.638 de 2007.

Antes, contudo, não podemos deixar de destacar uma das principais propriedades do SISAFIN2014, qual seja, diante de um Brasil renitente em manter taxas de inflação elevadas, o SISAFIN2014 possui o recurso automático de corrigir pelos índices da variação do IPCA mensal/anual, todos os valores contidos no horizonte da análise para uma mesma base de valor ou moeda de mesmo poder aquisitivo, com vista à sua correta comparação, seja em real, dólar, em real mil, reais milhões, ou dólar mil, ou dólar milhões, conforme figura a ser mostrada mais adiante.

Os principais demonstrativos contábeis apresentados por força deste instrumento legal, e, que ao mesmo tempo, são do máximo interesse para você, profissional da área de análise financeira, tanto no que se refere à análise retrospectiva, quanto prospectiva, a saber:

1 – Balanço Patrimonial;

2 – Demonstração do Resultado;

3 – Demonstração do Valor Adicionado; e,

4 – Demonstração dos Fluxos de Caixa.

Obs.: O SISAFIN2014 não se utiliza das informações contidas no relatório da Demonstração das Mutações Patrimoniais, o que não as impede de ser utilizadas quando for o caso, de maneira complementar.

De todos os relatórios, a nosso juízo, destacam-se o DVA e o Fluxo de Caixa. O primeiro porque, pela primeira vez em anos de exercício da profissão de analistas financeiros, temos o prazer e a satisfação de finalmente obter das empresas uma das mais preciosas informações relativas aos seus custos, ou seja, podemos agora, com facilidade, obter o custo variável com que a empresa opera, o qual usualmente vem sobre o nome das rubricas “Materiais consumidos e Materiais adquiridos para consumo no período”. O segundo destaque é o relatório de demonstração dos Fluxos de Caixa – o plural atribuído à palavra fluxo decorre desta “demonstração” que se apresenta agora, distribuída em três grandes blocos e divisões, a saber: 1) Caixa das Atividades Econômicas Líquidas; 2) Caixa de Investimentos; e, finalmente, 3) Fluxo de Caixa de Financiamentos.

Todos os relatórios acima destacados serão, oportunamente, objeto de comentários e estudos pertinentes específicos. Por último, salientamos que as empresas constantes no portfólio do sistema, presentes na lista de cadastro, acima de 50 empresas, terão seus dados atualizados anualmente entre os meses de fevereiro e abril do ano subsequente a depender da disponibilidade dos demonstrativos publicados nos jornais ou internet. Assim se for interesse do usuário ele poderá simplesmente adquirir, a cada ano, uma versão mais atualizada equivalendo esta ação a uma taxa de manutenção/ atualização, haja vista que este procedimento consome muitas horas de trabalho – homens/ hora.

Obs.: Todos os dados das empresas constantes do portfólio da opção Cadastro do SISFAFIN2014, foram obtidos nos sites que disponibilizam suas informações contábeis, econômicas e financeiras para os investidores, acionistas e usuários interessados.

Obs2.: Com vista a facilitar a interação entre o autor e o usuário do Sisafin2014 os termos usuário ou leitor foram substituídos ao longo deste texto pela palavra “você”.

Autor: José Eugênio de Araújo – Analista Financeiro de Projetos de Investimento e de Empresas Privadas.